Artistas

Conheça os artistas brasileiros que usam Zildjian.

 

Athos Costa

 

Boka

 

Caio Cunha

 

Christiano Galvão

 

Cláudio Infante

 

Dinho Gonçalves

 

Dinho Leme

 

Duda Neves

 

Edu Vianna

 

Eduarda Henklein

 

Fabiano Manhas

 

Fred

 

Gabriel Azambuja

 

Gel Fernandes

 

Giba Favery

 

Guilherme Martin Cersosimo

 

Guto Goffi

 

Haroldo Ferretti

 

Igor Cavalera

 

Igor Willcox

 

Jean Dolabella

 

Jorge Gomes

 

Jorginho Gomes

 

Junior Vargas

 

Leo Rodriguez

 

Luis F. Capano

 

Marco da Costa

 

Max Kolesne

 

Pascoal Meirelles

 

Paulinho Fonseca

 

Pupillo

 

Rafael Barata

 

Ricardo Confessori

 

Robertinho Silva

 

Rubén Zúñiga

 

Sallaberry

 

Thiago Nogueira

 

Tito Oliveira

 

Williams Mello

 

Zé Eduardo Nazario

Jean Dolabella

Baterista desde os 10 anos de idade, Jean Dolabella é atualmente reconhecido nacional e internacionalmente no meio da música. Ex integrante do Sepultura, Jean já tocou com importantes nomes como Milton Nascimento, Ana Carolina, Lenine, Mike Patton, Pitty, Scarceus, Flávio Venturini, Jair Rodrigues e outros. Com o Udora (ex-Diesel) , tocou no palco principal do Rock in Rio III e fez turnê por todo o país, se destacando na cena independente brasileira. E foi também no Rock in Rio, na quarta edição do Festival, em 2011, integrando o Sepultura, que dividiu o palco com o grupo de percussão francês Tambour du Bronx e Mike Patton.

Em Los Angeles, ainda com o Udora, trabalhou com os produtores Matt Wallace (Faith No More e Maroon 5) e Thom Russo (Audioslave, System of a Down e Michael Jackson). A banda chegou a fazer algumas turnês ao redor dos EUA incluindo uma rodada de mais de 20 estados dividindo o palco com Jerry Cantrell (Alice In Chains) . Paralelamente ao trabalho com o Udora, Jean graduou-se na Los Angeles College Of Music , onde estudou com Michael Shapiro, Ralph Humphrey, Joe Porcaro, Dave Beyer e outros grandes nomes da cena musical mundial. Ainda em Los Angeles tocou e gravou com vários artistas, dentre eles Kile Riabko, em disco produzido por Matt Wallace com participação de Greg Bissonette e Michael Bland (Prince).

No ano de 2007 gravou com Ana Carolina duas faixas do disco "Dois Quartos", produzidos por Nilo Romero e Dunga. Também em 2007 gravou "Hubris", disco solo de Andreas Kisser.

Juntamente com Augusto Nogueira, guitarrista belorizontino, Jean forma o "Indireto", duo instrumental/experimental. O primeiro EP do projeto foi lançado em Outubro de 2008, divulgado pela revista Modern Drummer na qual Jean assinava uma coluna trimestral. Ainda em Outubro, Indireto faz o primeiro show em São Paulo no evento "Zildjian Day 2008" dividindo o palco com Gabriel Azambuja, Giba Favery e Dennis Chambers. O primeiro disco do Indireto, lançado em 2010, teve a participação da Pitty na versão da música "Cálice", música tema da novela "Amor e Revolução" transmitida pela SBT. Outra importante participação foi a de Milton Nascimento na faixa "Doo-
Z". Além disso, a música "Play Fíi", do mesmo disco, é parte da trilha sonora do filme "Assalto ao Banco Central" dirigido por Marcos Paulo.

Já no projeto Rockfellas, Jean reuniu-se com três músicos de sucesso nacional e mundial - Paul Di'Anno (Iron Maiden), Canisso (Raimundos) e Marcão (Charlie Brown) - tocando clássicos do rock em shows pelo Brasil e America Latina em Agosto de 2008. Neste mesmo ano gravou "A-LEX", seu primeiro disco com o Sepultura e, no início de 2011, gravou mais um trabalho com a banda, o álbum "Kairos", produzido por Roy Z (Rob Halford, Bruce Dickinson), e considerado o melhor disco do Sepultura depois do Roots, ficando em primeiro lugar em rádios de rock norte-americanas por algumas semanas consecutivas.

Em 2013, Jean e Estevam Romera fundam o Family Mob Studios, estúdio de gravação onde já gravaram e receberam grandes bandas e artistas como One Republic, Ratos de Porão, RPM, Fresno, CPM 22, Marreiro, Death, Illan Rubin (Nine Inch Nails), John Dolmayan (System Of A Down), Dave Lombardo (Philm, ex-Slayer) e vários outros.
Desde Março de 2015 o Family Mob Studios recebe uma banda por dia todos os dias através do Rubber Tracks, plataforma de gravação da marca Converse, onde Jean coordena/produz e divide sua experiência com cada banda selecionada para o projeto.

Em 2015 Jean lança sua nova banda, o Ego Kill Talent. O disco, gravado no Family Mob Studios, conta com a produção de Steve Evetts, produtor que já trabalhou com grandes nomes como The Cure, Dillinger Escape Plan, The Used, Hatebreed, e vários outros.
Além de baterista, Jean é também um dos guitarristas da banda. Alternando de lugar com o baterista Raphael Miranda.